Qual a diferença entre armazenagem e gestão de estoque?

Mudanças acontecem o tempo inteiro no mundo dos negócios. Ademais, isso envolve também o setor logístico, principalmente no que diz respeito à gestão de estoque e armazenagem.

Para acompanhar o ritmo dessas mudanças que acontecem no mercado e se adaptar às novas exigências do consumidor, é preciso estar atento às oportunidades de uma gestão mais estratégica.

Quando a empresa encontra um meio de aumentar a qualidade das suas operações ou serviços e, ainda, com o menor custo possível, ela realmente está indo pelo caminho certo.

Se você ainda está achando que essa fórmula é inalcançável, continue a leitura deste artigo. Desse modo, você entenderá como o estoque e a armazenagem das suas mercadorias, podem interferir no crescimento da sua empresa.

 

Gestão de estoque e armazenagem são coisas diferentes

Para começar, existem diferenças conceituais entre a gestão de estoque e armazenagem. Muitos gestores nem sabem disso e levam as duas coisas como uma só.

Esse é o primeiro erro, pois, é preciso entender bem as características de cada atividade, para que elas sejam executadas de forma a gerar os melhores resultados.

A gestão de estoque possui um viés mais estratégico e ajuda a controlar pontos de grande relevância como o abastecimento e saída dos produtos para venda.

Já a armazenagem tem um foco mais operacional e envolve as atividades de recebimento de mercadoria, separação, organização dos produtos nas prateleiras e execução de pedidos.

 

O que pode melhorar a gestão de estoque?

Como a gestão de estoque envolve ações mais estratégicas, o gestor deve estar atualizado sobre ferramentas e ideias que possam guiar a equipe na execução de um trabalho mais eficiente.

É preciso ter em mente que a automatização de processos é uma realidade cada vez mais presente nas empresas. Portanto, o uso de novas tecnologias se torna indispensável.

Atualmente, existe no mercado uma variedade de sistemas que integram todas as informações a respeito do estoque, como o WMS (Warehouse Management System), facilitando o gerenciamento dos dados e possibilitando uma análise mais apurada dessas informações.

Através desse software, o gestor pode fazer um planejamento logístico mais eficiente, acompanhando em tempo real a entrada e saída de mercadorias e a sua rotatividade.

O inventário, que deve ser realizado regularmente, de acordo com a necessidade da empresa, também pode ser feito com o auxílio do sistema. Isso torna a atividade mais rápida e evita falhas na contagem.

Outro ponto importante é o abastecimento, que também pode ser mais assertivo com a ajuda do software. Os relatórios podem informar quais produtos estão em falta, quais deles têm maior giro ou demoram mais a sair.

 

Otimizando a gestão de armazenagem

Por se tratar de um processo mais operacional, a armazenagem deve ter a organização como sua peça-chave. Assim, o trabalho é executado com muito mais eficiência.

O layout do armazém deve ser feito de um jeito que se adapte à dinâmica do negócio. Isso vai depender do tipo de produto armazenado, se é ou não perecível, se sai com mais ou menos frequência.

Algumas ferramentas tecnológicas também podem ser usadas para uma boa gestão de armazenagem. Empilhadeiras bem como elevadores facilitam o processo de abastecimento e separação de produtos.

Em negócios de e-commerce, a agilidade proporcionada por esses equipamentos certamente pode implicar em uma rapidez maior na entrega do produto ao consumidor final.

Codificar os itens também facilita na padronização e identificação dos lotes, assim, eles são encontrados com mais rapidez. Os códigos de barra, por exemplo, geralmente fornecem o nome do fabricante, nome do produto, peso e tamanho.

 

Vantagens da gestão de estoque e armazenagem

Houve um tempo em que a administração dos negócios era focada apenas na parte operacional, com muitas atividades feitas de forma manual. Isso causava falhas e bastante retrabalho.

Hoje, empresas que não possuem uma visão mais estratégica sobre o que entregam ao mercado, vão ficando para trás. Trabalhar apenas por intuição não faz o negócio crescer.

Uma boa gestão de estoque e armazenagem vai trazer resultados positivos, como a otimização do tempo em que cada etapa é executada, possibilitando entregas mais rápidas e redução de custos.

O uso de sistemas facilita a análise de informações que podem ajudar na escolha dos equipamentos mais adequados à realidade da operação, isto é, evitando gastos com material que não será útil.

Também é possível identificar os produtos que têm saídas sazonais, além disso, você pode programar a compra deles para o período certo. Desse modo, você evitará o desgaste do produto que fica parado por um tempo desnecessário.

Todas essas iniciativas resultam na diminuição de custos e no aumento da produtividade. Além disso, melhoram muito a percepção que o cliente tem da sua experiência de compra.

Para as empresas que querem manter o foco em seu core business, a terceirização logística pode ser uma ótima opção para a gestão de estoque e armazenagem.

 

Se você está pensando em melhorar os processos logísticos da sua empresa e reduzir seus custos fixos, a LMX Logística pode lhe ajudar. Entre em contato conosco!