O impacto do Just In Time na Logística

Como já se foi falado, aqui em nosso blog, a logística possui muitos termos técnicos. Um deles é o Just In Time. Você já sabe o que significa esse termo? E sabe como pode aplica-lo ao seu negócio? Conhece quais são as suas principais vantagens quando implementada de forma bem-sucedida?

Não? Então, continue lendo nosso artigo para tirar suas dúvidas.

Introdução

O setor logístico se aprimora cada dia mais. Os últimos anos foram importantes para o nascimento e desenvolvimento de novas tecnologias que ajudam nas atividades logísticas.

O que é Just in Time?

O Just In Time surgiu na empresa Toyota, aquele famoso Sistema de Produção da empresa automobilística. O Just In Time começou a se desenvolver em 1960, por causa dos obstáculos que o Japão enfrentava no pós-guerra.

Para entender sobre o Just In Time, é preciso avaliar as mudanças que o setor produtivo vivenciou. Como, por exemplo, a padronização da produção e dos processos de trabalho, a redução do desperdício, entre outras muitas mudanças.

Se você está se perguntando quais as vantagens que o Just In Time traz para a Logística, pode ficar tranquilo! Citaremos as principais, veja abaixo:

Redução do estoque

O excesso de mercadorias nos armazéns é um problema para qualquer negócio, pois demanda espaço e aumenta custos operacionais. Por exemplo, a mercadoria fica muito tempo parada, gastando com a estadia no armazém e podem ser desperdiçadas por falta de procura do mercado.

Com a minimização do inventário, a produção passa a ser feita de acordo com a demanda de matérias-primas em cada etapa da produção. Por isso, o envolvimento dos fornecedores é fundamental para manter o fluxo de abastecimento de acordo com o que foi programado.

Evita o desperdício

Para muitas empresas, as principais perdas financeiras podem ser observadas durante a produção e, principalmente, com a manutenção de estoques elevados. O Just in Time muda esse cenário, pois requer a eliminação da prática de acumular.

O aprimoramento da linha de produção também contribui para evitar o desperdício com produtos defeituosos que devem ser descartados ou refeitos, gerando novos custos. Portanto, a obtenção da quantidade mínima de insumo, peças, equipamento e mão-de-obra é vantajosa.

Favorece o fluxo de caixa

Os benefícios financeiros não ficam restritos à economia, mas também afetam o fluxo de receitas e o pagamento das despesas da empresa. Isso ocorre porque há o desembolso de recursos para pagar os fornecedores antes mesmo que as vendas possam ser realizadas.

Esse desequilíbrio é capaz de causar problemas a longo prazo. Já a proposta do Just in Time garante que as compras sejam realizadas conforme a necessidade, evitando, dessa forma, gastos excessivos.

Equipe LMX

Veja também:

Você sabe como funciona a armazenagem de alimentos perecíveis?