Viracopos é eleito por passageiros o melhor aeroporto do País em 2018

Desde 2013, quando a gestão do terminal passou a ser controlada pela iniciativa privada, Viracopos alcançou o primeiro lugar em dez pesquisas

O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), foi eleito pelos passageiros como o melhor do País em 2018, de acordo com pesquisa de satisfação da Secretaria de Aviação Civil (SAC).

Viracopos alcançou o topo do ranking em três das quatro avaliações trimestrais respondidas por passageiros. A cerimônia de entrega do prêmio aconteceu nesta quarta-feira (13), no auditório da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O Ministério da Infraestrutura anunciou os resultados dos quatro últimos meses de 2018, e Marcelo Sampaio, secretário-executivo da pasta, entregou o prêmio.

No último quadrimestre do ano passado, o aeroporto campineiro recebeu nota 4,8 em uma escala que vai de 1 a 5, enquanto a avaliação geral no ano foi de 4,71. Para a realização da pesquisa, foram entrevistados 19,8 mil passageiros em 20 terminais, que juntos concentram 87% do fluxo brasileiro.

A avaliação dos usuários leva em conta as categorias infraestrutura, facilidades ao passageiros, companhias aéreas, órgãos públicos e transporte público para acessar o aeroporto.

Recuperação judicial e situação de Viracopos 

Divulgação

Desde que a gestão passou a ser comandada pela iniciativa privada, em 2013, Viracopos coleciona avaliações positivas, liderando dez pesquisas, divididas em todos os anos do período:

  • Terceiro e quarto trimestres de 2013;
  • quarto trimestre de 2014;
  • primeiro trimestre de 2015;
  • primeiro trimestre de 2016;
  • segundo e terceiro trimestres de 2017; e
  • primeiro, terceiro e quarto trimestres de 2018.

Sexto maior aeroporto do País (em movimento), segundo dados de 2017, Viracopos entrou com pedido de recuperação judicial em maio de 2018. Na época, a iniciativa foi apontada pela concessionária Aeroportos Brasil, que comanda o terminal, como a única solução para a dívida de R$ 2,88 bilhões do aeroporto – o primeiro do País a pedir socorro à Justiça.

De acordo com o secretário de Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura , Ronei Saggioro Glanzmann, o governo espera uma “solução de mercado” para o aeroporto, mas já prepara para relicitar o terminal caso essa solução não se concretize. Segundo ele, uma nova concessão só ocorrerá caso a justiça decrete a falência da concessionária do aeroporto ou a Anac casse a concessão.

“Caso isso não seja possível temos um plano B, que é uma nova concessão do aeroporto, mas esse plano B só será disparado se a solução de mercado não ocorrer”, afirmou Ronei, que destacou ainda que várias empresas têm procurado o governo federal e a concessionária para demonstrar interesse em investir no aeroporto de Campinas.

Segundo o secretário, em caso de novo leilão, Viracopos será licitado em um processo individual e não entrará nas próximas rodadas de concessão que o governo planeja . Em março, o governo licitará 12 aeroportos em um modelo de blocos. O mesmo modelo será usado também para licitar todos os outros aeroportos que hoje são administrados pela Infraero, que segundo Ronei será gradativamente extinta .

Fonte: Economia – iG