5 dicas de logística para você arrebentar no e-commerce

Comércio eletrônico ou e-commerce é um tipo de transação comercial feita especialmente através de um equipamento eletrônico, como, por exemplo, computadores, tablets e smartphones.

Com pouco mais de 20 anos, o e-commerce é considerado uma alternativa de negócio recente no Brasil e ainda encontra muitos desafios em suas operações. Uma das áreas que mais trazem dores de cabeça não só para clientes, mas também para os e-commerces, é a logística.

Confira pontos que precisam de atenção para evitar transtornos futuros na sua logística.

1) Armazenagem

A armazenagem é um dos pontos principais a serem cuidados com cautela. Produtos químicos, perecíveis e que precisa de um cuidado maior, pedem um tipo de armazenagem em área especial. Produtos eletrônicos delicados necessitam também de cuidados especiais, como proteção de umidade e altas temperaturas. Além disso, é importante focar na organização por setores, com boa visualização dos produtos e especificações, facilitando o próximo passo.

2) Separação do produto

Após a confirmação de compra, a separação do produto é a etapa seguinte. Um processo customizado é essencial para não haver confusões na hora de montar o pedido do cliente, o que pode acontecer sem as devidas indicações de tamanho, modelo, cor ou qualquer outra especificação. Por isso, esse processo deve acontecer por onda e por seção, ou seja, cada etapa deve ser feita detalhadamente e separadamente, com checagem e agrupamento dos produtos no pedido.

3) Embalagem

Assunto simples, mas muito sério. Um pequeno erro pode danificar totalmente um produto, causando problemas para o cliente e para o e-commerce.

Por isso, é importante ter um processo de embalagem exclusiva para cada tipo de produto, com as proteções necessárias para que o mesmo chegue em perfeito estado até o cliente.

4) Transporte e segurança

O transporte dos produtos pode encontrar diversos entraves, como problemas de mobilidade e infraestrutura do sistema de transporte. Em segundo lugar, vem a possibilidade de roubo, o que pode gerar grandes custos para proteger as cargas. O rastreamento e a escolta das cargas são os principais processos para evitar possíveis problemas de segurança, e estão nas mãos da transportadora. Para evitar problemas para o e-commerce, é importante contratar um seguro junto à transportadora, colocando o produto sob sua responsabilidade em caso de roubo ou extravio.

5) Logística reversa

No caso de devolução ou troca da mercadoria, a logística reversa precisa ser ágil – e é neste momento que muitos e-commerces encontram grande dificuldade. O processo surgiu com o comércio eletrônico, e vai desde o contato do consumidor com o SAC da empresa, passa pela geração de um código de postagem e conta com a devolução do produto pelo cliente. Quando o produto chega ao centro de distribuição, é necessária a conferência para então seguir para a troca ou reembolso do cliente. Durante todo o processo, quanto mais rápido, melhor. Para isso, é necessário que o processo seja automatizado e que as diretrizes sejam seguidas com agilidade.

Equipe LMX

Veja mais:

Logística: descubra três curiosidades sobre este ramo!

Logística: descubra três curiosidades sobre este ramo!

Como tudo no mundo, a logística também possui uma história de jornada para ser do jeito que a conhecemos hoje. Por isso, apresentaremos três curiosidades sobre a logística que, muito provavelmente, você ainda não conhecia.

  • A Logística surgiu durante o período de Grandes Guerras

Em todo filme sobre guerras aparece uma cena em que o comandante da operação mostra as melhores estratégias para ataque, maneiras de estocar alimentos e equipamentos. Toda essa conversa é pura logística! Foi durante períodos de guerra que a logística surgiu.

Por mais recente que seja este assunto, a logística é tão antiga quanto às guerras. Durante esses conflitos, os grandes exércitos precisavam garantir a manutenção de seus recursos. Além, claro, de garantir o deslocamento das tropas, armas e suprimentos.

Nesta época, existia o responsável por traçar cada caminho, para que o exército transitasse por áreas seguras, com temperaturas ideias, água disponível e várias outras condições que ajudassem na sobrevivência dos soldados.

Por isso que, normalmente, quem trabalha com logística acaba mandando muito bem naquele jogo de tabuleiro War.

  • A Logística no Brasil

Mesmo sendo uma senhora, a logística conseguiu amadurecer comercialmente no Brasil apenas na década de 1990. Quer saber o motivo? A gente te conta! Foi nessa época que se instalou o processo de redução das alíquotas de importação.

Com a abertura do mercado internacional, as empresas brasileiras se viram obrigadas a competirem mais ferozmente. Levar o produto para perto do seu consumidor final, era um baita diferencial.

  • Recorde Olímpico

Nas Olimpíadas de 2016, no Brasil, o crescimento da logística foi indiscutível. Durante os jogos, 30 milhões de itens foram movimentados. Mas os operadores logísticos não finalizaram suas atividades no final das Olimpíadas. Eles só terminaram um ano depois. Curioso, não?

Isso aconteceu porque a logística é sempre a última a sair e após a desmobilização e a logística reversa.

Equipe LMX

Veja também:

Vantagens ao contratar um operador logístico

Vantagens ao contratar um operador logístico

Todo profissional deve saber que a logística é uma parte muito importante para qualquer negócio. Com um serviço de logística desorganizado, os custos em transporte e armazenamento crescem muito, a empresa não consegue cumprir com a demanda e os seus prazos e, assim, seus clientes ficam insatisfeitos. É como uma bola de neve.

Para ter um bom serviço logístico, o mais adequado é contratar um operador logístico com experiência no mercado.

Listamos abaixo as vantagens de ter um operador logístico no seu negócio.

  • O que é um Operador Logístico?

Operador Logístico não se trata de uma profissão. Trata-se de uma empresa que presta serviços e é capaz de cuidar de todos os processos de um supply chain de maneira personalizada. Assim, todas as necessidades únicas do seu negócio serão atendidas.

Abaixo, listaremos motivos para você contratar um operador logístico para a sua empresa. 

1– Despesas com transporte e armazenamento caem 

Com um operador logístico especializado, sua empresa conseguirá otimizar seu processo de armazenamento e transporte. Com isso, o tempo de trabalho será reduzido e seus custos minimizados.

2 – Minimiza os custos com mão de obra

Ao optar por terceirizar sua logística, as organizações não precisam mais se preocupar com questões trabalhistas, já que o operador logístico possui uma equipe própria.

3 – Evita que problemas atinjam a cadeia logística

O operador logístico consegue enxergar problemas que poderão acontecer ao longo da cadeia logística. Assim, criam-se estratégias para que eles não prejudiquem o trabalho da empresa. Dessa forma, os riscos de atrasos no cronograma de entrega são minimizados e a organização evita que seus clientes sejam impactados.

4 – Entrega expertise para os gestores e sua equipe

O operador logístico terceirizado, devido ao elevado nível técnico de sua equipe, entrega para o negócio práticas, estratégias e abordagens inovadoras de gestão da cadeia logística.

Equipe LMX

E aí? Te convencemos da importância de ter um operador logístico ao seu lado? Então, aproveite e entre em contato com a nossa equipe comercial para tirar suas dúvidas!

Veja também:

Os principais documentos fiscais para o transporte de cargas