Balança tem segundo melhor superávit

No primeiro mês de 2018, o superávit da balança comercial atingiu US$ 2,8 bilhões, o segundo melhor resultado da série histórica para janeiro. Os dados foram divulgados ontem (01) pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC)

As exportações totalizaram US$ 16,968 bilhões, resultado recorde para o período e que representou um crescimento de 13,8% em relação a janeiro de 2017. As importações somaram US$ 14,199 bilhões, com um aumento de 16,4% na comparação o mesmo mês do ano passado.

As exportações tiveram crescimento tanto em relação aos preços (0,81%) quanto às quantidades (12,9%), em todas as categorias de produtos. Entretanto, o resultado positivo foi puxado especialmente pela venda de manufaturados, que no período registraram alta de 23,6%.

“Esse aumento das quantidades exportadas está principalmente relacionado ao aquecimento da demanda mundial”, explica o diretor de Estatísticas e Apoio às Exportações, Herlon Brandão. “O PIB mundial cresceu mais de 3% em 2017 e espera-se que ocorra crescimento nessa ordem em 2018”, acrescenta.

A estimativa é que as importações também se mantenham aquecidas ao longo do ano. “Esperamos que as importações cresçam a taxas superiores a das exportações em 2018. A expectativa de crescimento do PIB é de 3%, o que deve incentivar a importação de bens. Isso vai fazer com que o saldo anual diminua, mas ainda positivo e entre os maiores da história, na casa dos US$ 50 bilhões”, explica Brandão.

O principal destino comprador de produtos brasileiros (US$ 3,7 bilhões) e fornecedor (US$ 2,8 bilhões) foi a China, no mês passado.

Fonte: DCI

Equipe LMX

Veja também:

Saiba o que é logística integrada e conheça suas áreas